Custo real do funcionário – 5 Erros

CUSTO REAL DE UM FUNCIONÁRIO.

5 ERROS MAIS COMUNS NA APURAÇÃO DO CUSTO DE UM FUNCIONÁRIO.

Você sabe qual é o custo total de cada funcionário da sua empresa?

Por mais óbvio que seja esse questionamento é muito comum empresas que desconheçam o custo real total da sua folha de pagamentos.

Se você não possui um dos seus principais custos apurados, a mão de obra, e quer falir a sua empresa você está no caminho certo.

Separamos as 5 causas principais de um mapeamento de gastos negligenciado.

1 - FALTA DE CONHECIMENTO

A consolidação das leis do trabalho (CLT) é um avanço nos direitos do trabalhadores, ela cria diretrizes para o funcionamento do trabalho assalariado no brasil. Juntamente com a CLT, os sindicatos de categoria, através de sua representatividade, acrescentam direitos diversos ao já complexo sistema de pagamentos abrangido pela CLT.

Por ser um sistema complexo, muitas empresas não quantificam todos os gastos que possuem com seus funcionários, cumprem com os direitos dos trabalhadores mas não reúnem, de forma organizada e objetiva, esses dados corretamente, impossibilitando análises mais precisas que auxiliam nas tomadas de decisão.

2 - DESPESAS INDIRETAS

As despesas indiretas são as despesas que não são pagas diretamente ao trabalhador, são benefícios oferecidos ao trabalhador mas que são pagos à terceiros pela prestação de serviços ou venda de produtos.

Por não serem pagos diretamente aos funcionários são desprezados no mapeamento das despesas, sendo atribuídos como despesas não vinculadas à mão de obra.

Esse erro prejudica duplamente o mapeamento de despesas da empresa, que além de contabilizar um custo menor com o funcionário acrescenta um custo maior em outra categoria de despesa.

Exemplos de despesas indiretas: Planos de saúde, auxílio estacionamento, presentes de final de ano, etc.

3 - PROVISÕES DE DESPESAS INCORRETAS

O custo total mensal de um funcionário é formado pela soma de:

  • Despesas mensais com os colaboradores;
  • Provisões das despesas não mensais;

As despesas mensais são despesas que são efetivadas mensalmente, com periodicidade constante e de fácil previsibilidade. As provisões por sua vez são os provisionamentos mensais necessários que tem a finalidade de cumprir com uma obrigação futura.

A falta do provisionamento das despesas é um erro grave que atinge a empresa diretamente, não só pela ignorância no mapeamento de despesas, mas principalmente pela falta de caixa que ocorrerá pela falta de provisionamento dessa despesa.

4 - DIFERENTES TIPOS DE REGIMES DE CONTRATAÇÃO

Por mais que a CLT sintetize o trabalho assalariado no Brasil, existem nuances na legislação que permitem diferentes tipos de regimes de contratação.

Esses detalhes são deixados de lado na hora do mapeamento, causando interferências na apuração dos cálculos e prejudicando a tomada de decisão.

5 - ERROS DE CÁLCULOS

Como vimos, o sistema de pagamento de um funcionário é complexo, e, por mais que capacitamos nosso colaboradores, os erros de cálculos são bem comuns.

Caso existam dificuldades no mapeamento dos cálculos recomendamos a procura por ajuda de profissionais especializados, como ferramentas consistentes e testadas em diferentes empresas, que já passaram por diversos testes e conferências.

Lembramos que as informações financeiras são essenciais na tomada de decisão, e tomar decisões baseados em números errados pode ser fatal à sua empresa.

A empreendedor curioso oferece ferramentas que priorizam auxiliar o empregador na tomada de decisão.

Tomamos como exemplo o tema abordado e apresentamos a planilha de gerenciamento de custos de equipe, que atende à demanda de apuração dos custos dos funcionários da sua empresa e apresenta funcionalidades extras para auxiliar a gestão do seu negócio.

Clique aqui para ver o que esse controle faz.

Caso tenha interesse você poderá efetuar o download de teste da planilha que possui as seguintes funcionalidades:

  • Apurar as despesas mensais com colaboradores;
  • Provisionar as despesas não mensais com colaboradores;
  • Detalhar todos os gastos proveniente da contratação de funcionários;
  • Delimitar gastos com colaboradores por departamentos e equipes;
  • Apurar necessidade de alocação de recursos de acordo com ideais definidos;
  • Auxiliar na tomada de decisão de investimentos em departamentos e equipes essenciais.
  • Simular alterações salariais e impacto no custo total futuro;
  • Elaborar relatórios gerenciais com comparativos entre departamentos e equipes;
  • Dar ciência ao empresário da capacidade de faturamento necessário para cumprimento das obrigações com colaboradores.

Visite “Planilha de gerenciamento de custo de Equipe” para mais informações

FORMULÁRIO DE DOWNLOAD: